XV CURSO DE VIGOR EM SEMENTES DE SOJA

Dentre os diversos testes de vigor que podem ser utilizados atualmente em sementes, o teste de tetrazólio é o mais amplamente aplicado na avaliação da qualidade de sementes da soja. Entretanto, existem outros testes que podem também ser utilizados com sucesso. Entre esses, destacam-se: envelhecimento acelerado, condutividade elétrica, frio, velocidade de germinação, comprimento de plântula, peso de matéria seca, classificação de vigor de plântula, deterioração controlada, germinação à baixa temperatura, além de testes rápidos para determinação de dano mecânico, como o hipoclorito de sódio e copo medidor.

A utilização desses testes de vigor pelos laboratórios de sementes possibilita um refinamento no sistema de controle de qualidade. Isso resulta na produção de semente de qualidade mais elevada, propiciando a colocação no mercado de lotes de sementes que apresentem qualidade superior, o que assegura o estabelecimento da lavoura com plantas vigorosas e com estande ideal.

INGRESSO ÚNICO
Vagas limitadas
R$2500

8h - Apresentação e abertura
8h30 - Testes de vigor: importância e utilização - Dr. José de Barros França Neto
10h30 - Intervalo café
10h50 - Máxima produtividade com o uso de plantas de soja de alto desempenho - Dr. José de Barros França Neto
12h30 - Almoço
14h - Teste de envelhecimento acelerado - Dr. Francisco Carlos Krzyzanowski
15h30 - Intervalo café
15h50 - Teste de envelhecimento acelerado: demonstração prática em laboratório
17h - Término

8h - Teste de frio - Dr. Fernando Augusto Henning
9h40 - Intervalo café
10h - Teste de frio: demonstração prática em laboratório
12h15 - Almoço
13h45 - Teste de condutividade elétrica - Dr. Francisco Carlos Krzyzanowski
15h30 - Intervalo café
15h50 - Teste de condutividade elétrica, demonstração prática em laboratório
17h - Término

8h Testes de vigor com base no desenvolvimento de plântulas - Dr. José de Barros França Neto e Dr. Francisco Carlos Krzyzanowski
(Comprimento de plântula; velocidade de germinação; peso de matéria seca de plântula; 1ª. contagem do teste de germinação; classificação de vigor de plântula; teste de protrusão de raiz)
10h30 Intervalo café
10h45 Demonstração prática em laboratório dos testes de comprimento de plântula, classificação de vigor de plântula e protrusão de raiz
12h30 Almoço
13h45 Teste de deterioração controlada: teoria - Dr. Francisco Carlos Krzyzanowski
14h15 Princípios da biotecnologia aplicados à qualidade e ao vigor de sementes - Dr. Fernando Augusto Henning
15h30 Intervalo café
15h50 Visita ao Banco Ativo de Germoplasma – BAG
17h Término

8h Metodologia do teste de tetrazólio em sementes de soja - Dr. José de Barros França Neto
10h40 Intervalo café
11h O teste de tetrazólio para a determinação de vigor em sementes de soja - Dr. Francisco Carlos Krzyzanowski
12h20 Almoço
13h45 Teste de tetrazólio: demonstração prática em laboratório
15:45 Intervalo café
16:00 Teste de tetrazólio: demonstração prática em laboratório
17:00 Término

8h Efeitos dos microrganismos sobre o vigor da semente de soja - Dr. Ademir Assis Henning
9h15 Teste de germinação à baixa temperatura - teoria e demonstração prática em laboratório - Dr. Francisco Carlos Krzyzanowski
10h15 Intervalo café
10h30 Testes rápidos para a determinação de danos mecânicos em sementes de soja - Dr. Francisco Carlos Krzyzanowski
12h15 Encerramento do curso

Detalhes do Evento
Pesquisar Evento: